Figurinista da TV Globo acusa José Mayer de assédio sexual

José Mayer - Crédito: Reprodução/Twitter

José Mayer – Crédito: Reprodução/Twitter

O ator José Mayer foi acusado de assediar sexualmente uma funcionária da Rede Globo. O veterano de 67 anos, que está no ar atualmente na novela A Lei do Amor, teria insultado e tocado à força na figurinista. O relato de Susllem Meneguzzi Tonani, de 28 anos, foi publicado na Folha de S. Paulo, no blog Agora É Que São Elas. A publicação foi retirada do ar.

Segundo ela, Mayer a assediou várias vezes, desde que ela começou a trabalhar na emissora: “Trabalhando de segunda à sábado, lidar com José Mayer era rotineiro. E com ele vinham seus ‘elogios’. Do ‘como você se veste bem’, logo eu estava ouvindo: ‘como a sua cintura é fina’, ‘fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho’, ‘você nunca vai dar para mim?’”, contou.

No início deste ano, Susllem diz que a violência chegou ao auge: “Em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália. Sim, ele colocou a mão na minha b***** e ainda disse que esse era seu desejo antigo. Elas? Elas, que poderiam estar eu meu lugar, não ficaram constrangidas. Chegaram até a rir de sua ‘piada’. Eu? Eu me vi só, desprotegida, encurralada, ridicularizada, inferiorizada, invisível. Senti desespero, nojo, arrependimento de estar ali. Não havia cumplicidade, sororidade”, revelou.

Susllem conta que, depois disso, passou a evitá-lo nos corredores da Globo mas o ator tentou novamente tocá-la, desta vez em um set de filmagens: “Até que nos vimos, ele e eu, num set de filmagem com 30 pessoas. Ele no centro, sob os refletores, no cenário, câmeras apontadas para si, prestes a dizer seu texto de protagonista. Neste momento, sem medo, ameaçou me tocar novamente se eu continuasse a não falar com ele. E eu não silenciei. “VACA”, ele gritou. Para quem quisesse ouvir. Não teve medo. E por que teria, mesmo?”.

A figurinista afirma que procurou a direção da emissora para denunciar o comportamento do ator. “Procurei quem me colocou ali. Fui ao RH. Liguei para a ouvidoria. Fui ao departamento que cuida dos atores. Acessei todas as pessoas, todas as instâncias, contei sobre o assédio moral e sexual que há meses eu vinha sofrendo. Contei que tudo escalou e eu não conseguia encontrar mais motivos, forças para estar ali. A empresa reconheceu a gravidade do acontecimento e prometeu tomar as medidas necessárias. Me pergunto: quais serão as medidas? Que lei fará justiça e irá reger a punição? Que me protegerá e como?”, completa ela.

Susllem termina o texto com uma mensagem de para outras vítimas de violência: “Tenho de repetir o mantra: a culpa não foi minha. A culpa nunca é da vítima. E me sentiria eternamente culpada se não falasse. Precisamos falar. Precisamos mudar a engrenagem”, escreveu ela.

No dia 3 de março, o colunista Leo Dias, do O Dia, já havia publicado uma nota em que dizia que uma funcionária do figurino da Rede Globo estava denunciando José Mayer por assédio sexual. Também segundo a matéria, outra mulher da equipe havia pedido demissão após o ator tê-la agarrado a força.

Share This Post On