Após ofensas na internet, Danilo Gentili é condenado a indenizar jornalista

O humorista Danilo Gentili realizou posts no Facebook que levaram o jornalista Gilberto Dimenstein a acioná-lo na Justiça. Dimenstein venceu o processo em primeira instância. A decisão tomada foi a de que Gentili tem a obrigação de apagar as publicações das redes sociais, sob a pena de multa de R$ 1 mil por dia. O comediante pode recorrer e a indenização solicitada é de R$ 100 mil.

Créditos: Reprodução/ Facebook/Danilo Gentili

Danilo Gentili – Créditos: Reprodução/ Facebook

O apresentador chamou Gilberto Dimenstein de “repugnante” no Facebook. Danilo reclamou de uma reportagem do site Catraca Livre, administrado pelo jornalista, criticando uma publicação sua no Instagram. “O repugnante Gilberto Dimenstein e seu bebê de Rosemere [sic] Catraca Livre são aqueles que tiraram proveito da lamentável tragédia da Chapecoense em troca de cliquezinhos e defendia ditaduras e políticos criminosos. Mas, para eles, piada entre amigos não pode. É ‘incorreto’. Atenção Dimenstein e Catraca Livre: conforme a imagem abaixo sugere, tem um canavial de #$%& esperando por vocês. Se quiserem, eu até tatuo a cara do Lula ou Fidel nelas”, escreveu o apresentador, em um post acrescido de xingamentos de cunho sexual.

Author: Júlia Molinari

Share This Post On