Antônio Carlos Nóbrega faz show em homenagem a Luiz Gonzaga

Antônio Carlos Nóbrega/Divulgação

Antônio Carlos Nóbrega/Divulgação

Antonio Carlos Nóbrega presta uma homenagem ao legado artístico de Luiz Gonzaga no espetáculo “Lua”, que apresenta no sábado, 29 de julho, às 22h, na Casa Natura Musical. O artista leva ao palco releituras de canções pouco conhecidas e clássicos do rei do baião, como “Acauã”, “Que nem Jiló”, “Siri Jogando Bola”, “Baião”, “Juazeiro” e “Asa Branca”.

Em “Lua”, Luiz Gonzaga é reverenciado não só como grande compositor e intérprete nordestino — desbravador e divulgador de inúmeros ritmos e gêneros musicais, como xote, xaxado, chamego e, sobretudo, baião –, mas também como um dos pilares da música brasileira.

No palco, Nóbrega é acompanhado por uma banda de sete músicos versáteis, formada por Cleber Almeida (bateria), Daniel Allain (flauta e sax tenor), Edmilson Capelupi (arranjos, direção musical violão de sete cordas, viola e cavaquinho), Edson Alves (baixo e violão), Leo Rodrigues (pandeiro e percussão), Olívio Filho (acordeão) e Zé Pitoco (clarinete, sax alto e zabumba).

Nascido no Recife, Nóbrega foi convidado em 1971 por Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial. A partir daí, começou a estudar o universo da cultura popular e a criar espetáculos de teatro, dança e música, como “Brincante”, “Na Pancada do Ganzá” e “Lunário Perpétuo”. Ao longo da carreira, gravou 12 discos, três DVDs e recebeu prêmios como o Shell, de teatro, e o Tim, de música.

Em 1992, fundou com Rosane Almeida – atriz, bailarina e sua esposa – o Instituto Brincante, em São Paulo. Em 2014, o cineasta Walter Carvalho dirigiu o longa-metragem “Brincante”, dedicado à sua trajetória artística.

Vamos torcer para ele trazer o show para o Recife.

Author: João Alberto

Share This Post On