Matheus e Kauan já estão se reunindo com compositores para gravação do novo trabalho

O Brasil é berço dos mais diversos estilos musicais e é inegável que o sertanejo vem ganhando cada vez mais espaço no cenário musical do país. A dupla Matheus e Kauan é um dos nomes responsáveis por esse fenômeno. Os irmãos goianos fazem sucesso em todas as regiões, lançando hits que não saem das rádios e nem dos palcos das festas mais badaladas.

Matheus e Kauan - Crédito: Divulgação

Matheus e Kauan – Crédito: Divulgação

Recentemente, os dois divulgaram a música Villa Mix – Suave, em parceria com o DJ Alok. “O resultado ficou diferente de tudo que já gravamos. Uma experiência que está agradando vários públicos”, comenta Matheus sobre a mistura de ritmos, popularmente chamado de “eletronejo”.

Neste sábado, a dupla sertaneja irá se apresentar para o público pernambucano no festival Villa Mix, na área externa do  Centro de Convenções. O evento contará ainda com atrações de peso como Jorge e Mateus, Aviões, Israel Novaes, Jonas Esticado e Jefferson Moraes. Em entrevista exclusiva ao Blog João Alberto, os irmãos falaram sobre a carreira, as loucuras  dos fãs e o que gostam de fazer no tempo livre. Confira na íntegra:

Como surgiu a parceria com o DJ Alok para a música Villa Mix – Suave?
Matheus – Sempre encontramos Alok nos bastidores de shows ou em casas de amigos. Somos do mesmo escritório, a Audio Mix, e com isso sempre estamos fazendo shows juntos. Em um bate-papo, pensamos em fazer uma música que misturasse nosso estilo com a música eletrônica. O resultado de Villa Mix – Suave ficou diferente de tudo que já gravamos. Uma experiência que está agradando vários públicos. A música ficou pronta um pouco antes do Festival Villa Mix em Goiânia e decidimos,  dias antes, que a gravação seria no Maior palco do Mundo e tudo fluiu muito bem.

Matheus e Kauan e Alok - Crédito: Divulgação

Matheus e Kauan e Alok – Crédito: Divulgação

O que vocês pensam dessa junção de estilos musicais?
Kauan – A mistura dos gêneros nunca foi uma limitação para criarmos algo na qual o público valorizasse, sem segregações. É muito gratificante saber que podemos criar algo que vá muito além do que estamos acostumados a fazer.

Vocês planejam outras parcerias? Vem músicas novas por aí?
Matheus – Sempre estamos inovando. Atualmente estamos trabalhando o DVD Na Praia 2, mas já estamos nos reunindo com compositores para produção do próximo trabalho, ainda sem data pra gravar.

Quais os próximos projetos de vocês?
Kauan – Possivelmente, mais para o fim do ano, teremos novidades.

O que vocês esperam dos próximos meses profissionalmente?
Matheus – Estamos com média de 25 shows por mês, queremos diminuir um pouco para ter mais tempo com nossos filhos e esposas. Mas, por enquanto, ainda estamos viajando muito com essa nova tour.

Como vocês enxergam a repercussão que o sertanejo está tendo dentro e fora do Brasil?
Kauan – Estão cada vez mais fortes os sertanejos brasileiros que estão levando um pouco da nossa música lá para fora. Seja para os brasileiros que lá residem e matam a saudade do nosso país, seja para o público estrangeiro que está conhecendo melhor nosso estilo. Só podemos ficar felizes com isso.

Matheus e Kauan - Crédito: Divulgação

Matheus e Kauan – Crédito: Divulgação

Qual a maior diferença de personalidade entre vocês dois? Como é a dinâmica de trabalho dos dois juntos?
Matheus – Somos irmãos com seis anos de diferença. Eu sou mais centrado na parte musical com a banda e com as músicas. O Kauan já é mais tranquilo e muito observador. Trabalhar com irmão é mais fácil, temos mais liberdade e nos conhecemos muito.

O que vocês acharam do resultado do DVD Na Praia 2?
Kauan – O resultado do Na Praia 2 foi exatamente o que havíamos projetado. As músicas, a estrutura, o cenário. E nosso público aprovou porque o retorno está sendo maravilhoso

Qual é a relação de vocês com os fãs? Vocês mantém contato com fã-clubes?
Kauan – Seja através das redes sociais, seja através do atendimento no camarim em todo show, sempre estamos em contato com nossos fãs. Eles fazem parte das nossas vidas.

O que vocês gostam de fazer nas horas vagas?
Matheus – Curtir nossos filhos e esposas e sempre estar em um restaurante tomando um bom vinho.

Qual a maior loucura de fã que vocês já vivenciaram?
Matheus – Muitas coisas, mas acho que o que consideramos uma grande loucura de fã são as que fazem tatuagem. Afinal, ficaremos registrados no corpo delas eternamente.

Author: Júlia Molinari

Share This Post On