Em show lotado no Recife, Pabllo Vittar mostra porque é a diva pop do momento

Por Diogo Carvalho/Especial para o Blog João Alberto

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

A drag queen maranhense Pabllo Vittar pode até só ter ficado conhecida do grande público recentemente – depois do hit do carnaval deste ano (Todo dia) e da parceria com Anitta e Major Lazer (Sua cara) -, mas ela já é ícone da comunidade LGBT brasileira há algum tempo. Só em Pernambuco, foram seis shows em menos de um ano, o último deles na noite desse sábado, num Clube Internacional lotado.

Depois de uma semana de descanso e trabalho em Fernando de Noronha (com direito a show na sexta-feira, dentro da programação do Love Noronha), Pabllo desembarcou no Recife para ser a atração principal da In The Dark. Tamanho o carinho do público local pela artista, a festa – que é realizada mensalmente no Clube Metrópole – precisou migrar para um espaço maior, para comportar a quantidade de fãs. E a procura pelo show foi comparada a de outras grandes divas que por aqui já passaram. Na última quarta-feira, os ingressos já tinham se esgotado, mesmo dividindo as atenções com outro grande evento que rolava na mesma noite, o Villa Mix.

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Quem fez a abertura da noite foi outra diva da comunidade LGBT local. Priscilla Sena, da banda Musa, subiu ao palco com uma grande estrutura de telões de led, banda e balé completo. Infelizmente, o show começou às 23h30 (cedo demais para eventos desse tipo) e boa parte dos fãs ainda esperava na fila do lado de fora do Clube Internacional. Felizmente, a ruiva segurou a onda por quase duas horas de apresentação, dando tempo de todo mundo entrar e curtir o show, embalado por sucessos do brega romântico.

Em seguida, pontualmente às 2h30 da madrugada deste domingo, a drag queen mais seguida nas redes sociais do mundo (à frente até da norte-americana RuPaul) subiu ao palco. A produção do show não era tão grande quanto a da Musa – Pabllo veio acompanhada apenas de um DJ -, mas nem por isso com menos brilho. Ao contrário, o público fervido não parou de pular e gritar em nenhum momento o nome da drag, que retribuía a cada intervalo com um “Recife, eu amo vocês!”.

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Todos os clichês de uma grande apresentação foram presenciados: teve a música em que a artista cantou abraçada com a bandeira de Pernambuco; teve o momento das lágrimas, enquanto os fãs gritavam que a amavam; os admiradores fanáticos invadindo o palco e sendo contidos pelos seguranças; os momentos selfies com o público; e até fofocas sobre um possível romance. Mas o fato é que Pabllo justifica o sucesso que tem conquistado e, não por acaso, ser disputado a tapas por artistas para parcerias musicais (já teve Anitta, Banda Uó e a próxima será Preta Gil): ao contrário de muitos artistas no mercado, ela segura uma hora de show com vozeirão e apenas canções próprias, sem necessidade de fazer covers de sertanejos ou funks, como boa parte dos artistas fazem para ‘preencher buraco’. Afinal, não é qualquer um que pode se vangloriar de ter três músicas entre as 10 mais tocadas do Brasil no Deezer, Spotify e Youtube.

Crédito: Diogo Carvalho/DP

Crédito: Diogo Carvalho/DP

Uma das canções mais aguardadas da apresentação foi, claro, Sua cara – apresentada com apoio da gravação da voz de Anitta. Corpo sensual (próximo single), Open bar e Minaj também não faltaram. Para o encerramento, a escolhida foi a estourada K.O. Os desavisados que esperavam a diva cantar Todo dia – faixa mais tocada do carnaval 2017 – estranharam o fato dela não ter sido executada. É que, na última terça-feira, a faixa foi retirada de todas as plataformas de streaming e do Youtube, após uma notificação extrajudicial do rapper Rico Dalasam (também intérprete e coautor da música). Rico contesta um acordo de participação assinado por ele em 25 de outubro de 2016. Para evitar estresses, provavelmente, Pabllo resolveu tirá-la também do repertório do show. O que não impediu que seus fãs entoassem os versos ao fim da apresentação, enquanto a cantora deixava o palco, com promessa de voltar “muito em breve”.

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Crédito: Marcelo Silva/Divulgação

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*