Gilmar Mendes não poupa Rodrigo Janot

Gilmar Mendes (STF/Divulgação

Gilmar Mendes (STF/Divulgação

O ministro Gilmar Mendes não perde uma chance de uma chance de criticar Rodrigo Janot. Em entrevista ao Estadão, ele disse que procurador-geral da República, que deixa o cargo no dia 17 de setembro, perdeu todas as condições de equilíbrio para continuar exercendo o cargo. E criticou também o STF, por ter ficado a reboque de impulsos de Janot, permitindo a violação da lei de delação e uma série de abusos.

Author: João Alberto

Share This Post On