Leonardo Cavalcanti e Juliano da Natividade compartilham o amor com seus ‘filhos pet’: “Foi coisa de destino”

selo dia dos pais

Leonardo Cavalcanti e Juliano da Natividade com seus filhos Fred e Balthazar - Marlon Diego/Esp. DP

Leonardo Cavalcanti e Juliano da Natividade com seus filhos Fred e Balthazar – Marlon Diego/Esp.DP

“Quando a gente sai de casa, a gente fica preocupado. Quando deixamos eles sozinhos também. Estamos sempre com atenção para remédios, passeios e conforto. Quando vamos fazer algo, queremos sempre incluir eles também”.  “A gente não consegue pensar a vida sem eles, entendeu?”. Este é um relato comum à maioria dos pais e mães e não é diferente para Juliano da Natividade e Leonardo Cavalcanti. Os dois estão sempre com a mente em Frederico e Balthazar, seus filhos. Mas, no caso deles, os filhos têm quatro patas e são peludos. Leonardo e Juliano são “pais de pets”.

Fred e Balthazar foram resgatados em dezembro do ano passado - Crédito: Reprodução/Instagram

Fred e Balthazar foram resgatados em dezembro do ano passado – Crédito: Reprodução/Instagram

O casal, que está junto há três anos, mora há um ano e meio no Recife. Leonardo, 33 anos, é gerente comercial e nasceu no Rio de Janeiro, enquanto Juliano, de 27, é DJ, de Florianópolis. A “paternidade” dos dois começou no dia 13 de dezembro do ano passado, quando estavam chegando em casa, no bairro de Boa Viagem. “Nós estávamos voltando da academia à noite e, quando chegamos, o porteiro estava resgatando dois filhotes. Alguém colocou eles dentro de uma caixa e jogou pra dentro da garagem quando o portão abriu”, conta Leonardo.

Os bichinhos têm cerca de 11 meses - Crédito: Marlon Diego/Esp. DP

Os bichinhos têm cerca de 11 meses – Crédito: Marlon Diego/Esp. DP

O funcionário do prédio iria deixar os filhotinhos na casa de máquinas do condomínio para que, no outro dia, eles fossem levados até uma ONG. “Mas a gente não quis deixar eles lá por causa do barulho e do calor. Acabamos trazendo eles para casa, só pra passarem a noite… E acabaram ficando. Foi paixão à primeira vista”, relembra.

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

A chegada de Fred e Balthazar, que hoje têm cerca de 11 meses, assim como qualquer filho, mudou em tudo a rotina do pais. “Antes era só nós dois e agora tem toda uma responsabilidade de acordar para passear com eles, tem que escovar os dentes todos os dias antes de dormir, dar ração… E eles dormem junto com a gente”, explica Juliano. “A gente tinha todo um cuidado com a casa e hoje eles já sobem no sofá, já arrancaram papel de parede, já roeram a parede, a mesa! Todas essas coisas que cachorro faz”, conta se divertindo. “Ficamos felizes de terem mudado nossa vida. Sabe-se lá onde eles estariam agora ou onde eles viviam”, conclui.

As personalidades dos cachorros são bem definidas pelos pais - Crédito: Reprodução/Instagram

As personalidades dos cachorros são bem definidas pelos pais – Crédito: Reprodução/Instagram

Apesar de serem irmãos e terem sido criados juntos, os pets têm personalidades diferentes e bem definidas pelos pais. “O Fred é mais ‘na dele’, mais fechado, a gente brinca que ele é um ‘rapaz sério’. O Balthazar já é mais bobão, já sorri mais fácil… Mas ao mesmo tempo, o Fred é mais amigável com as pessoas, enquanto o Balthazar é mais arredio. Ele late para outros cachorros, não confia muito nas pessoas. Mas eles são bem brincalhões”, se derrete Juliano.

Juliano conta que Balthazar é mais risonho - Crédito: Arquivo pessoal

Juliano conta que Balthazar é mais risonho – Crédito: Arquivo pessoal

Crédito: Marlon Diego/Esp. DP

Crédito: Marlon Diego/Esp. DP

Para eles, a única diferença entre um “filho humano” e um “filho pet” é a escola, que os cachorros não precisam frequentar. “No mais, é a mesma coisa. Tudo que um filho humano dependeria de um pai, eles dependem da gente”, fala Leonardo. Para o futuro, o casal pensa ainda em ter mais animais em casa. “A única discordância é que o Juliano quer ter ‘filhos humanos’ e eu não quero”. “Queremos ter mais cachorros quando tivermos mais espaço em casa e também disponibilidade de tempo para cuidar deles. E filhos… eu pretendo sim, mas é um longo caminho. Vai ser uma escolha lá para o futuro”, comenta Juliano.

Os cachorrinhos mudaram a vida do casal - Crédito: Arquivo pessoal

Os cachorrinhos mudaram a vida do casal – Crédito: Arquivo pessoal

A relação de Leonardo e Juliano com os pets não poderia ser melhor e o amor dos quatro é “incondicional”. “Eles alegram bastante nossos dias. É um pouco cansativo, confesso, mas tudo compensa pelo amor que eles transmitem pra gente”, diz Juliano. “Não tem coisa melhor que você chegar em casa e ser recebido com uma ‘abanada de rabo’, eles dois vindo ao seu encontro e mostrando todo o amor.  Foi coisa de destino a gente ter encontrado eles dois”, completa Leonardo.

26/07/2017 - Marlon Diego/Esp.Dp - Blog do Joao Alberto. Pauta: producao de fotos para o especial de dia dos pais. O casal Leonardo Cavalcanti (trajando bermuda rosa) e Juliano, que serao personagens do perfil "pai de pet" para o blog. Eles adotaram dois cachorros como se fossem seus filhos.

Leonardo conta que foi “paixão à primeira vista” – Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

foto

Crédito: Arquivo pessoal

WhatsApp Image 2017-08-03 at 12.21.02

Crédito: Arquivo pessoal

Leia também:

Hayrton Almeida, uma vida de aventura com os filhos: “Eu tento passar um pouco do que eu sei que a natureza pode ensinar”

“Ela sabe que tem dois pais”, diz Eliel Alves, casado com Berg Goodman, sobre a filha Marjory Luisa

Claudemir Barros acredita que os filhos herdaram seus dotes culinários

Miguel Barbosa, pai e empresário de John Geração, conta como administra a carreira do filho

“Há um ano, a gente nasceu junto com ela. E de lá pra cá tivemos o melhor ano da nossa vida”, confessa Fernando Araújo

 

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*