Espetáculo experimental estreia com músicas de Reginaldo Rossi

Cena do musical Borogodá – (Foto: Divulgação)

Com um roteiro inspirado nas músicas de Reginaldo Rossi, a produtora pernambucana Nível 241, transmite no seu canal do YouTube, no próximo domingo (25), a partir das 19h, a primeira parte de Borogodá, espetáculo comédia que reúne romance e música. Nesta fase experimental, o público vai acompanhar o resultado do workshop da prática de montagem realizada com os atores nos últimos dois meses. A previsão é que todo espetáculo esteja 100% montado em 2022.

Os artistas garantem apresentação ao vivo em uma transmissão com cerca de 1 hora. A indicação é para maiores de 12 anos. Entre os números de dança e atuações, há interpretações de aproximadamente 30 composições de Reginaldo Rossi, um dos maiores símbolos da cultura pernambucana, considerado o Rei e patrono do Brega.

“Estamos na expectativa que o público curta essa etapa do processo que foi tão prazerosa fazer'”, conta Ana Letícia Lopes, ao reforçar que a produção busca manter vivo o reinado de Rossi. Ana diz também que o projeto, que tem incentivo da Lei Aldir Blanc, está contribuindo para isso. “Já éramos fãs de Reginaldo Rossi e depois do Borogodá, não conseguimos mais viver sem”, revela a produtora do musical.

“Os personagens da história prometem levar o público para dentro das músicas, apresentando a personagens que, até então, viviam apenas no imaginário”, conta o escritor e produtor da obra, Gabriel Lopes. Ele acrescenta que o famoso “Garçom” toma forma e todos finalmente descobrem quem é a tal “Leviana” de quem ele tanto falava.   

Além de Douglas Duan, diretor musical e Stepson Smith, coreografo, dezesseis artistas fazem Borogodá. Entre eles, Milton Raulino, que viverá Toni, Gabi Melo, que dará vida a personagem Clara e Camila Bastos que será Dalila. O personagem João será interpretado por Nilo Pedrosa e Victor Leal irá interpretar Pedro. Outros nomes também estão no elenco, como Alfredo Aires, Ana Letícia Lopes, Colleto, EdCarlos Rodrigues, Gabriela Maróstica, Giovanna Cicolo, Helena Ribeiro, Letícia Penna, Navi Melo, Pedro Rafhael e Paulo Paz.

>>BOROGODÁ:

A história contada no espetáculo se passa na cidade do Recife em meados da década de 60. Período do auge da Jovem Guarda e também do lançamento do primeiro disco do cantor, O Pão, que conta com o título No Claro ou no Escuro. Este hit, e sucessos como Garçom, A Raposa e as Uvas, Lua de Mel, Mon Amour, Meu Bem, Ma Famme, Leviana, estão entre as músicas que fazem parte do enredo do espetáculo.

O tributo conta a história do contador Toni, que no dia do aniversário de casamento descobre que a esposa o trai com um famoso cantor de Rock da época. Ao conhecer Clara, ex-esposa do astro, em um bar no centro do Recife, percebem que foram enganados e decidem se vingar do casal que acaba de anunciar o casório. 

Author: Mariane Magno

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.