Cortes também no Itamaraty

Itamaraty

Outro exemplo da situação crítica das despesas de custeio e manutenção da máquina e de programas presenciais está no Ministério das Relações Exteriores. Após os cortes e bloqueios, o Itamaraty contará com despesas discricionárias de R$ 551 milhões. Em 2016, orçamento foi quase três vezes maior (R$ 1,5 bilhão).

Author: João Alberto

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.