Advogada registra marca ‘Fadinha’ e repassa direitos à família de Rayssa Leal

Foto: Patrick Smith/Getty Images

Medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio, a Fadinha Rayssa Leal agora é oficial. Na última segunda-feira, a advogada Flavia Penido registrou o apelido como marca no INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

“Eu registrei em meu nome porque eu não sei o nome dos pais da Rayssa, que como é menor de idade, é representada pelos pais. Juridicamente, ela não tem condições legal de tomar esse tipo de decisão”, disse Penido, em entrevista ao UOL.

Mesmo não tendo vínculo com a família de Rayssa, que tem apenas 13 anos, a advogada, que é especialista em direito digital, propriedade intelectual e tecnologia, se comprometeu a repassar gratuitamente a marca para a skatista e afirmou que não há interesse econômico na atitude.

Confira:

Author: Mariane Magno

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.