O Posto Ipiranga de Sérgio Moro

Sérgio Moro/Divulgação

Não foi Sérgio Moro que encontrou Affonso Celso Pastore para assessorá-lo na campanha presidencial. Pastore é que foi chegando perto: procurava um candidato que enxergasse como viável para apoiar e com certeza emprestar seu prestígio para tentar evitar um segundo turno entre Lula e Bolsonaro. Engana-se quem pensa que Moro foi atrás e encontrou um economista liberal para atender o mercado. Pastore, que achou o ex-juiz vai tentar construir um raciocínio econômico para o candidato, embora negue a pretensão de ser um novo “Posto Ipiranga”. Pastore está animado porque Moro “está disposto a me ouvir”.

Author: João Alberto

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.