Cassia Kis causa polêmica com discurso homofóbico em live

Reprodução

A atriz Cassia Kis, de 64 anos, participou de uma live com a jornalista Leda Nagle e fez declarações polêmicas. A intérprete de Cidália, da novela “Travessia”, afirmou que os gays estão “destruindo a família” e questionou as relações homoafetivas.

A atriz falou que as “famílias tradicionais” estão ameaçadas pela “ideologia de gênero” e que algumas escolas possuem um “beijódromo” para as crianças se relacionarem. A artista, no entanto, não citou nenhuma prova de que tal local realmente exista.

“Não existe mais o homem e a mulher, mas a mulher com mulher e homem com homem, essa ideologia de gênero que já está nas escolas. Eu recebo as imagens inacreditáveis de crianças de 6, 7 anos se beijando. Duas meninas dentro de uma escola se beijando, onde há um espaço chamado beijódromo”, afirmou.

“O que está por trás disso? Destruir a família. Destruir a vida humana? Porque onde eu saiba homem com homem não dá filho, mulher com mulher também não dá filho. Como a gente vai fazer?”, completou.

Em seguida, Cassia Kis ainda falou sobre a pandemia, que para ela foi “maravilhosa”. “Eu estou com a vida cheia de Deus muito recente. Essa pandemia foi maravilhosa pra mim, ela me trouxe a verdade. Primeiro, eu conheci o Brasil Paralelo e fiquei assustada porque eram de direita e não que eu fosse de esquerda, porque eu já tinha me divorciado da esquerda lá atrás, em 2014. Ouvi falar do Olavo de Carvalho e saí fora do negócio”, disse. 

Author: Mariana Queiroz

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.