Brasil nega extradição de Robinho e jogador pode cumprir pena aqui

(Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

Robinho foi condenado a nove anos de prisão na Itália pelo estupro de uma mulher albanesa, que aconteceu em 2013. O governo italiano pediu a extradição do ex-jogador, que foi negada pelo Brasil.

A recusa aconteceu porque o artigo 5º da Constituição Brasileira proíbe a extradição de brasileiros natos. Segundo o portal UOL, uma fonte do Ministério da Justiça da Itália informou que a justiça italiana pedirá que Robinho cumpra a pena aqui, sem a abertura de um novo processo, que poderia atrasar a punição.

“A Itália pedirá que o Brasil reconheça a sentença italiana, que já foi traduzida e enviada ao país”, disse o informante.

Author: Mariana Queiroz

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.