Luan acompanhou todos os detalhes do novo DVD

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Luan Santana fez questão de vir ao Recife e deixou isso bem claro aos jornalistas de todo Norte/Nordeste durante a coletiva de imprensa de lançamento de seu novo DVD intitulado “O nosso tempo é hoje”, ontem, na boate Pink Elephant. Ainda no aeroporto, o sertanejo postou foto com fãs que o esperavam no local exibida para seus 476 mil seguidores. Ao chegar na boate, localizada na Av. Domingos Ferreira, em Boa Viagem, por volta das 19h, Luan Santana preferiu a porta dos fundos para despistar as fãs e evitar tumultos na entrada. Simpático e com um visual bem mais moderno que a sua última passagem pela cidade, o sertanejo contou alguns detalhes sobre a carreira e a fase de pré-produção da bolacha. Confira:

Luan Santana ao lado do pai, Amarildo Santana - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Luan Santana ao lado do pai, Amarildo Santana – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Você já havia feito o lançamento oficial do novo DVD em São Paulo, por que escolheu fazer um segundo encontro no Recife?
“Assim que fizemos o lançamento em São Paulo, pensei logo em vir aqui (ao Recife) para fazer o encontro. Tenho vários fã-clubes, venho tantas vezes ao ano e o mercado aqui é tão grande. Sem dúvidas, os meus fãs mais calorosos são do Norte/Nordeste e fico impressionado como eles são superligados nos lançamentos das músicas. Quando vim ao São João da Capitá, eu tinha acabado de lançar a música “Te esperando” e todo mundo já cantava direitinho”.

Você mudou o visual por algum motivo estratégico? Como faz para manter o corpo nesta rotina tão intensa de shows?
“Mudei mesmo, o cabelo está mais baixinho, o visual mais moderno… (respondeu Luan, baixando a cabeça, com sinais de timidez). Eu costumo comer de duas em duas horas, mas nada que tenha muito sal, nem doces e refrigerante. Viajo com todo um esquema com comidas congeladas e sempre estou acompanhado do meu personal (Guto Oguido). E claro, sempre que paro em alguma cidade, mesmo que seja pequenininha, vou à academia para malhar”.

As pulseiras usadas pelo cantor Luan Santana durante coletiva de imprensa - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

As pulseiras usadas pelo cantor Luan Santana durante coletiva de imprensa – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Seu pai acabou de confessar que você fez, ontem, uma pizza de peixe. Você gosta de cozinhar?
“Eu não levava muito jeito para cozinha. A galera sempre elogiou meu churrasco, mas ontem resolvi fazer um peixe. Acho que ficou bom também”.

Por que você define o novo DVD como um trabalho mais maduro?
“Eu quis sair do lugar comum, do convencional, e desde o primeiro DVD dá para perceber esta mudança. A maturidade vem desde o momento da produção. Eu fiz questão de acompanhar tudo. Virei madrugadas tendo ideias e mais ideias. Queria que o DVD ficasse com a minha cara. Ele tem muitas referências do Coldplay, que é um grupo que sempre escuto. Vocês podem notar muitas semelhanças com o trabalho deles (o DVD Coldplay Live), como o colorido do cenário, as pessoas pintadas com tintas neon, a chuva de papel picado e estrutura. A vibe é a mesma”.

O DVD foi gravado exatamente às 18h do dia 7 de julho, horário da Ave Maria. Você é muito ligado à igreja católica?
“Eu sou católico, mas gostaria de ir mais à igreja”.

Como se sentiu no momento em que cantou para o papa Francisco?
“Nossa, eu achei que não ia sair nada, que não iria conseguir cantar. Recebi a notícia e nem acreditei”.

Sobre o DVD “O nosso tempo é hoje:

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O investimento de quase R$4 milhões para a gravação do DVD “O nosso tempo é hoje”, na Arena Maeda, em Itu,  resultou numa nova fase da carreira de Luan Santana, como o próprio cantor define: “mais amadurecida”. Luan Santana ousou. Não recebeu nenhuma participação especial no palco, armou todo um estilo de festa “rave”, com o clima sertanejo, e gravou no interior de São Paulo. A imensidão do palco diante de cerca de 20 mil pessoas não intimidou nem um pouco o rapaz de apenas 22 anos, muito pelo contrário, Luan provou que pode surpreender muito mais o público. O resultado pode ser visto neste novo trabalho, terceiro DVD da carreira, que soma 20 canções, entre elas, alguns de seus refrões divulgados semanas antes da gravação e outras conhecidas como , “Sogrão Caprichou”, “Te Vivo” e “Nega”. O DVD já chegou às lojas de todo o país.

Leia mais:

Luan movimentou a Pink com lançamento de DVD

Author: admin

Share This Post On