Murilo Gun cria conceito de “Comedy Thinking”

O comediante e empresário pernambucano Murilo Gun está com novos projetos. Murilo lança, nacionalmente, um novo “conceito” criado por ele: o “Comedy Thinking”, algo como um conjunto de características inatas aos comediantes e que podem ser utilizadas na vida profissional. Ele palestra, hoje, sobre o assunto no encerramento do Experience Day da Faculdade Boa Viagem, às 20h. O evento terá entrada gratuita mediante troca de 2 kg de alimento por um ingresso. Murilo conversou com o Blog João Alberto sobre essa novidade. Confira a entrevista:

Murilo Gun. Crédito: Divulgação

Murilo Gun.
Crédito: Divulgação

Como você definiria o conceito de “Comedy Thinking”?

Série de hábitos que qualquer pessoa pode adotar para ser mais criativa. Esses hábitos foram inspirados na rotina de um comediante, por isso o nome “Comedy Thinking”.

De onde surgiu a ideia de pensar neste conceito?

Ano passado, quando estudei na Singularity University, no NASA Research Park, que fica nos Estados Unidos, logo na primeira semana surgiu uma oportunidade dos alunos darem uma palestra para os outros estudantes. Como minha profissão é ser palestrante, me senti na obrigação de apresentar algo. Como minha profissão também é comediante, me senti na obrigação de fazer (ou de falar) sobre comédia. Então, criei uma palestra sobre como o jeito de pensar do comediante pode ser útil para construir inovação. E deu muito certo. Foi eleita a melhor palestra e meus conceitos acabaram sendo utilizados durante todo o curso e acabei eleito orador da turma.

Murilo Gun. Crédito: Divulgação

Murilo Gun.
Crédito: Divulgação

Em que o “Comedy Thinking” pode ajudar alguém que não seja humorista no dia a dia?

O Comedy Thinking é exclusivamente para quem não é humorista. Um comediante é um sujeito que sempre pensa na contramão, que surpreende, que pensa diferente. Pensar como um comediante faz você chegar em ideias que podem não vir a resolver o seu problema, mas que com certeza vão abrir portas que você não havia aberto até então. E, uma vez abertas, você pode voltar a pensar “normal”.

E como pode ajudar profissionalmente?

Criatividade é uma ferramenta para resolver problemas. O mundo está cada vez mais complexo, portanto, com mais problemas e mais complicados. Criatividade, portanto, está se consolidando como a habilidade mais importante do futuro. A robótica e inteligência artificial estão invadindo o mercado de trabalho e cada vez mais eliminando postos de trabalho. Quem tiver a criatividade como diferencial profissional, sairá ileso.

O conceito é novo mas você já tem planos de fazer um curso sobre o assunto em São Paulo. Pretende levar o curso a outros lugares?

Vou fazer um curso na próxima segunda-feira, dia 20, na Casa do Saber em São Paulo e, em maio, vou apresentar o conceito numa conferência de inovação em Buenos Aires, na Argentina, e, em junho, em um congresso de criatividade nos Estados Unidos (Buffalo, NY).

Murilo Gun palestrando sobre o "Comedy Thinking". Crédito: Divulgação

Murilo Gun palestrando sobre o “Comedy Thinking”.
Crédito: Divulgação

Como você acha que o público vai reagir ao novo conceito e ao curso?

Já está reagindo muito bem. Tenho feito palestras em empresas sobre o assunto e as pessoas tem mudado completamente a sua visão sobre a comédia.  Comédia e inovação são muitos próximos. O inovador identifica oportunidades que pouca gente percebeu e usa a criatividade para criar uma solução. O comediante também identifica oportunidades que pouca gente percebeu, só que usa a criatividade para criar uma distorção. A diferença é apenas uma palavra.

Além deste novo projeto, está com outros planos na carreira?

Ainda no primeiro semestre, vou lançar um curso de criatividade online. Já provei que criatividade é algo que pode ser ensinado. Agora quero provar que dá para ensinar via internet.

Autor:: Beatriz Pires

Compartilhe este post sobre