“Raul Seixas” no Teatro Guararapes

Raul Seixas/Andrea Simões/Divulgação

Raul Seixas/Andrea Simões/Divulgação

Mais de 20 anos depois de sua morte, não só a obra e a mística em torno de Raul Seixas continuam fortes e impactantes – sua alquimia está mais viva do que nunca. Em “Viva Raul”, o ator e músico Renato Ignácio, acompanhado de banda, faz um passeio por toda a carreira do pai do rock nacional, relembrando desde o impacto inicial como artista solo (“Let Me Sing”, que o baiano defendeu no Festival Internacional da Canção de 1972) até seus últimos hits já no fim dos anos 1980, como “Cowboy Fora da Lei”. O repertório organiza quase três dezenas de canções, entre grandes sucessos e favoritas dos fãs. E mostra as diversas facetas do artista: o roqueiro, fã do lado mais rebelde do rock’n’roll dos anos 1950; o filósofo, que misturava Schopenhauer e Baghavad-Gita em busca do segredo do universo; o compositor privilegiado, capaz de gerar mágica com um violão e uma guitarra acústica.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre