André Gonçalves fala sobre a peça “Amigas, pero no mucho”

O Teatro de Santa Isabel recebe, neste sábado e domingo, a segunda montagem da peça “Amigas, pero no mucho”. A comédia de costumes é encenada pelo global André Gonçalves e os atores baianos Lucio Tranchesi, Widoto Áquila e Agnaldo Lopes, que interpretam quatro amigas em um reencontro cômico. O texto é da paulista Célia Forte e José Possi Neto, que dirigiu a estreia da peça em 2007, comanda novamente o espetáculo.

André Gonçalves interpreta Débora na peça "Amigas, pero no mucho". Crédito: Divulgação

André Gonçalves interpreta Débora na peça “Amigas, pero no mucho”.
Crédito: Divulgação

André Gonçalves separou alguns minutos na agenda para conversar, hoje, por telefone, com a equipe do Blog João Alberto sobre o espetáculo. Em uma curta conversa, o ator preferiu se manter reservado, monossilábico e deu respostas curtas sobre a empreitada, que chega pela primeira vez à capital pernambucana. Sua personagem, Débora, foi definida com apenas uma palavra: “Divertida”, pontuou o ator dizendo que as outras três personagens também faziam a linha.

Espetáculo "Amigas, pero no mucho". Crédito: Divulgação

Espetáculo “Amigas, pero no mucho”.
Crédito: Divulgação

Estreando, próximo mês, no elenco da nova temporada de Malhação, André respondeu que não via problemas em conciliar a agenda dos dois trabalhos. Também confessou, de maneira sucinta, que não prefere o teatro à televisão ou vice-versa. “Comigo não tem isso”, falou.

Cena do espetáculo "Amigas, pero no mucho". Crédito: Maurício Serra/Divulgação

Cena do espetáculo “Amigas, pero no mucho”.
Crédito: Maurício Serra/Divulgação

Quando perguntado sobre sua relação com o Nordeste, a família foi tema da sua resposta mais longa. “Sou carioca, mas tenho família em Natal e Recife. Sempre tenho saudades e gosto de visitar”, disse. O global finalizou a entrevista dizendo que não tem novos projetos além da peça e do folhetim adolescente. “Nada novo além disso”, encerrou.

Os ingressos para a peça custam R$ 80 (inteira – plateia), R$ 70 (inteira – camarote), R$ 40 (meia – plateia) e R$ 35 (meia – camarote) e estão à venda na bilheteria do teatro.

Autor:: Beatriz Pires

Compartilhe este post sobre