Jane Birkin pede para Hermès retirar seu nome de bolsa

Babado no mundo fashion. Jane Birkin, musa inspiradora da famosa bolsa Birkin, da Hermès, criada em 1984, pediu para que a marca francesa retirasse o seu nome dos modelos feitos em couro de crocodilo.  Jane fez esse pedido depois de ser alertada sobre os maus tratos, divulgados em um vídeo da PETA, que os crocodilos estavam passando durante o processo de produção da bolsa. Através de um comunicado oficial a modelo disse: “Alertada sobre as práticas cruéis reservadas a crocodilos durante o processo de produção da bolsa que carrega meu nome, e como signatária das petições Mercy for Animals de Joaquin Phoenix que lutam contra os maus tratos a animais, eu pedi à Maison Hermès que seja dado um novo nome à Birkin Croco até que seja comprovado que as práticas de produção correspondam às normas internacionais”.

Birkin de crocodilo Créditos: Reprodução Internet

Birkin de crocodilo
Créditos: Reprodução Internet

Depois do pedido da musa inspiradora, a marca francesa também divulgou um pronunciamento a respeito do caso. “Jane Birkin expressou suas preocupações com relação às práticas do abate de crocodilos. De maneira nenhuma os comentários dela influenciam na amizade e confiança que compartilhamos há tantos anos. A Hermès respeita e compartilha dos mesmos sentimentos, e também estamos chocados pelas imagens que foram divulgadas. Iniciamos uma investigação na fazenda no Texas que foi exibida no vídeo…Qualquer quebra de regras será retificada e sancionada. A Hermès ressalta que esta fazenda não pertence a eles, e que a pele de crocodilo fornecida não é para a fabricação de bolsas Birkin. Nós impomos em nossos parceiros os mais altos padrões para um tratamento ético com os crocodilos”, diz o comunicado, onde a marca ressalta que faz visitas mensais aos seus fornecedores de pele de crocodilo e que respeitam as regras internacionais. Vamos esperar para ver como essa história vai terminar.

Autor:: Taís Machado

Compartilhe este post sobre