Os bons números da educação em Pernambuco

O secretário estadual de Educação, Frederico Amancio, apresentou à Comissão de Educação  o relatório com os indicadores referentes ao setor, atualizado até 2014. Entre outros dados, o balanço sobre a rede estadual registra a diminuição, no Ensino Médio, de 69% nas taxas de abandono escolar (de 11,3% em 2011 para 3,5% em 2014) e de 23,9% na distorção idade-ano (de 49% para 38%, no mesmo período). Também aponta o aumento no tempo de estudo médio da população de Pernambuco, chegando a 7,2 anos em 2013, acima da média do Nordeste (6,4), e aproximando-se da média nacional (7,7).

Fred Amâncio - Crédito: Rafael Martins/ Esp. DP/ D. A. Press

Fred Amâncio – Crédito: Rafael Martins/ Esp. DP/ D. A. Press

O secretário frisou que as escolas de referência totalizaram 300 unidades em 2014 e atendem cerca de 40% dos alunos matriculados no Ensino Médio da rede pública. Amancio mencionou, ainda, os avanços de Pernambuco nos rankings nacionais do Ideb e do Enem. “Em números percentuais, as escolas regulares têm avançado mais que as escolas de referência, embora estas tenham notas maiores”, observou.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre