Fiat muda presidente no Brasil

Cledorvino Belini. Crédito: Teresa Maia / DP / D.A Press

Cledorvino Belini.
Crédito: Teresa Maia / DP / D.A Press

 

A Fiat anunciou que Cledorvino Belini, principal executivo do grupo na América Latina, deixa o posto e assume a área de relações institucionais. O posto de presidente para a região será ocupado pelo engenheiro Stefan Ketter, a partir de 1º de novembro.

Belini foi o primeiro brasileiro a comandar a Fiat no Brasil, aos 66 anos, será designado presidente de desenvolvimento para América Latina com a responsabilidade de representar a Fiat em todas as relações institucionais, além de desenvolver e manter o relacionamento do grupo com instituições governamentais e financeiras. Em seu novo cargo, Belini se reportará diretamente ao CEO mundial da Fiat. Ele foi umj dos principais responsáveis pela implantação da fábrica da Jeep em Goiana e recebeu o título de Cidadão Pernambucano, por proposta do deputado Aloísio Lessa.

Stefan Ketter, 56 anos, é brasileiro e deixou o País ainda jovem para estudar engenharia mecânica em Munique, na Alemanha. Especializou-se em gestão empresarial na França. Passou por BMW, Audi e Volkswagen e, em 2004, foi contratado pela Fiat, desde então já ocupou posições na Europa, Estados Unidos e China.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre