Cláudio Lacerda lança o livro Acorde o governador

Cláudio Lacerda/Divulgação

Cláudio Lacerda/Divulgação

Com uma carreira consolidada e repleta de méritos, o médico Cláudio Lacerda – chefe da Unidade de Transplante de Fígado (UTF) de Pernambuco e diretor da Faculdade de Medicina da UNINASSAU – lançará no próximo dia 9 de novembro o livro “Acorde o governador”, na Livraria Cultura do RioMar, a partir das 19h. A obra relata, por meio de crônicas, o marco de mil transplantes de fígado realizados em quase duas décadas de estudos e cirurgias. O prefácio tem a assinatura do diretor e cineasta Guel Arraes e a colaboração do publicitário Nivaldo Brayner. “Este livro é uma espécie de fechamento de um ciclo. Quando anunciamos que iríamos desenvolver o programa em Pernambuco, um dos pioneiros do Brasil, muitas pessoas disseram que seria uma utopia, uma aventura e nós estamos fechando agora mil transplantes. É disso que trata o livro, uma história baseada em várias histórias”, relata o cirurgião.

O número de mil transplantes pode ser considerado uma vitória, dadas todas as circunstâncias que levaram o médico e a equipe a atingirem esse índice. Isso porque, no início dos anos 1990, realizar um transplante de fígado no Nordeste não passava de um sonho, sobretudo pelo fato desse procedimento ser considerado de alta complexidade pela medicina. Desafiando todos os percalços e obstáculos daquela época, o cirurgião iniciou uma longa fase de treinamento até superar as dificuldades técnico-cirúrgicas, organizacionais e clínicas, para que, então, em 16 de agosto de 1999, no Hospital Oswaldo Cruz, em Recife, fosse realizado o primeiro transplante em uma paciente de Natal (RN). A cirurgia durou 12 horas, tempo necessário para manter Maria da Conceição Soares com uma vida normal até os dias de hoje.

Esse e outros casos estão relatados na obra “Acorde o governador”, inclusive a história comovente de uma criança alagoana que resultou no título do livro.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre