“Tem artistas que mesmo com cachês altos, são rentáveis. Dão lucro ao contratante”, disse Wesley Safadão

O cantor cearense Wesley Safadão está na sua melhor fase da carreira. Ele é considerado um dos artistas mais “estourados” do Brasil. É um dos poucos que está com o cachê em alta, na contramão de vários cantores que baixaram seus valores com a crise econômica.É um dos responsáveis pelos grandes hits do verão 2015 e 2016 e, por isso mesmo, é um dos artistas mais populares no Brasil, no últimos tempos. Na véspera de aterrissar no Recife, onde vai se apresentar no Vila Mix, Safadão bateu um papo com o Blog João Alberto. Falou sobre os planos futuros, sua rotina com a família, frases marcantes e mais. Confira o bate-papo:
Crédito: Divulgação/entretenimento.r7.com

Crédito: Divulgação/entretenimento.r7.com

– Você considera que sua música mudou ao longo da sua carreira?
Eu acredito que a minha música é a mesma. No entanto, fiz alguns ajustes, arranjos novos, uma batida mais moderna, mas isso não mudou a música que fazemos.

– Considera ter criado um novo tipo de forró?
Desde o início da minha carreira que fazemos um forró um pouco mais estilizado. Muitos chamam de “piradinha”, mas é apenas uma variação mais atual do forró que se faz no Nordeste.

Wesley Safadão. Crédito: Ederson Lima/Divulgação

Wesley Safadão.
Crédito: Ederson Lima/Divulgação

– Quantos shows por mês você está fazendo?
Nossa! A agenda tá bem corrida. Pra você ter ideia, neste mês só tive duas folgas. Mas, no geral, tocamos em média 29 shows por mês.

– Muitos artistas estão barateando seus cachês devido à crise, alguns shows estão até sendo cancelados, e você está cada vez mais conhecido e com o cachê maior. Como você enxerga este momento?
Existe uma crise econômica no país sim. As pessoas estão saindo menos, indo menos a shows. Mas eu vejo que existem os artistas que, mesmo com cachês considerados altos, são rentáveis, porque se pagam e dão lucro ao contratante.

Wesley com sua família Crédito: Milena Marques/Divulgação

Wesley com sua família
Crédito: Milena Marques/Divulgação

– Como faz para dividir seu tempo entre os shows, as viagens e a família?
Sempre que posso, e muitas vezes quando nem posso, vou em casa. Mesmo que seja pra passar uma tarde ou poucas horas com a família. Eu não abro mão disso.

– Como surgem as parcerias com músicos de estilos diferentes do forró? Você teve medo de tentar algo novo e o público não aceitar?
Não tenho medo. A música proporciona encontros de ritmos diferentes e quem ganha com isso é o público. Acabei de gravar uma música com Dennis DJ, o cara é estourado no Rio de Janeiro e a gente fez uma música bem massa. Quanto às parcerias, tudo é muito natural. Geralmente surge de conversa entre a gente ou então alguém faz um convite ao outro.

Wesley Safadão e Ivete Sangalo - Crédito: Divulgação do artista

Wesley Safadão e Ivete Sangalo – Crédito: Divulgação do artista

– Você fala muitas frases que ficam famosas, tem alguma que te marcou mais?
Uma que até hoje a galerinha fala muito é “QUEM VIVE DE ORGULHO, MORRE DE SAUDADE!”

– Como estão os seus planos para 2016?
Nossa agenda de 2016 está em torno de 60% marcada nas regiões Sudestes, Centro-Oeste e Sul. Mas não vamos deixar de estar nas grandes festas do Norte e Nordeste. Em 2016, devemos ir ao exterior fazer turnê e com certeza vamos ter muita coisa boa pros nossos fãs.

Wesley Safadão - Crédito: Luiz Fabiano/Divulgação

Wesley Safadão – Crédito: Luiz Fabiano/Divulgação

Leia também:

Entrevista exclusiva com Thyane Dantas: o novo amor de Wesley Safadão e mãe da pequena Ysis

Autor:: Taís Machado

Compartilhe este post sobre