Mistura de ritmos dá o tom no Hoje a Mangueira Entra

seloCarnaval2

Otto. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Otto. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Por Luciana Morosini
O dia chuvoso de verão, neste sábado, não diminuiu a temperatura no Clube Atlântico, em Olinda. O calor é a prova que o Carnaval já ferve com as prévias. E, por lá,  o verde e o rosa ditaram a moda da noite, cores da escola de samba que dá nome à tradicional prévia Hoje a Mangueira Entra. O samba, por motivos óbvios, não poderia ficar de fora e comandou a abertura da festa. Mas era o show de Otto a atração principal, mostrando que a mistura de ritmos pode, sim, fazer um baile de Carnaval.
Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Logo depois do bingo, que já faz parte da programação da festa, foi a vez de Chris Galvão e Nosso Samba é Assim entoar alguns samba-enredos da Mangueira. Músicas de Chico Buarque e Jorge Ben, em ritmo de samba, também animaram o público. Um pout-pourri de Vou Festejar e Coisinha do Pai encerrou o show em clima de Carnaval. O som do Dj manteve o ritmo acelerado enquanto a atração principal se preparava para assumir o microfone da festa.
Josildo Sá foi o convidado especial da noite. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Josildo Sá foi o convidado especial da noite. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

O show de Otto estava previsto para começar a meia noite, mas o cantor já  subiu ao palco a 1h. A mudança de ritmo não desanimou o público. Pelo contrário. O cantor apresentou a turnê Recupera Tour, que, segundo ele, reúne as músicas mais pedidas durante seus shows. Ou seja, uma seleção de clássicos que foram entoados em conjunto com os presentes no Clube Atlântico.
Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Otto parecia se sentir em casa no palco, em sua terra natal. E não escondeu o orgulho de estar se apresentando em Olinda. Logo no início de sua apresentação, disse: “Olindense é pra sempre. Ou se ama ou não se ama e eu amo este lugar”. O público, àquela altura, já tinha certeza disso.
Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Entre garrafas de água, não tomadas, mas jogadas na cabeça para amenizar o calor e também sensualizar, foi ao cantar “Crua” que o cantor, já sem camisa, dominou a festa e conquistou de vez o público, que entoou junto com ele a letra inteira da música. Alceu Valença, Alcione e Eddie receberam suas homenagens durante o show. Em Seis Minutos, música que estava prevista para o meio do show – mas acabou ficando para o final – o cantor mais uma vez contou com o coral de todos os presentes na festa. Daí veio o bis, que Otto, nesta turnê, prefere não definir antes as músicas que vai tocar. Nada melhor do que Chico Science para levar todo mundo à loucura. Mas foi apenas uma no retorno ao palco.
Os produtores Victor e Malu Melcop

Os produtores Victor e Malu Melcop

O público queria mais, mas logo o show se encerrou. Ao final, o Dj mais uma vez entrou em ação fazendo uma mistura de ritmos. Perto das 5h, o salão já estava mais vazio do que cheio. Mas quem ainda resistia, demonstrava no rosto a satisfação de uma noite de alegria.
Priscila de Cássia e Halley Maroja. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Priscila de Cássia e Halley Maroja. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Raquel Galvão e Vanessa Coelho. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Raquel Galvão e Vanessa Coelho. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Os produtores Victor e Malu Melcop

Os produtores Victor e Malu Melcop

Viviane Pinheiro, Juliana Montenegro e Cristiana Paes. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Viviane Pinheiro, Juliana Montenegro e Cristiana Paes. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Allana Feijó e Gabriella Leite. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Allana Feijó e Gabriella Leite. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Andrea Macedo e Carlos Pimentel. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Andrea Macedo e Carlos Pimentel. Crédito: Larissa Nunes / Divulgação

Autor:: Tatiana Sotero

Compartilhe este post sobre