Aula de dança para mães e bebês chega ao Recife

Os bebês ficam presos no sling - Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP - Blog João Alberto

Os bebês ficam presos no sling durante a aula – Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP – Blog João Alberto

Quando os filhos nascem, a prioridade das mães tende a ser suas crias. Acabam passando a maior parte do tempo em casa, muitas vezes sozinha, e deixando os cuidados pessoais de lado. Foi pensando em trazer uma oportunidade de lazer e atividade física para estas mulheres, que chegou ao Recife o curso MaterDança, ministrado na clínica Movida em Casa Forte.

Isabel Correia e Juliana com Ana e Mateus - Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP - Blog João Alberto

Isabel Correia e Juliana com Ana e Mateus – Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP – Blog João Alberto

Como o nome sugere, é uma aula de dança, que dura em torno de uma hora, onde as mães poderão movimentar o corpo com um “delicioso” detalhe: agarradinha em seus filhotes, que ficam presos a ela num sling. Não existe foco na técnica, nem na execução dos passos, nem num ritmo específico. A regra é aproveitar e incentivar a interação das mães com os bebês.

“Tudo é feito de forma lúdica, respeitando os novos  interesses e habilidades do bebê, aproveitando sua curiosidade para explorar o contato com a mãe, fazendo do toque, do aconchego e da proximidade uma constante neste momento que respira amor”, diz a personal trainer Joana Barros, quem ministra as aulas.

As mães podem compartilhar experiências no pós-parto - Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP - Blog João Alberto

As mães podem compartilhar experiências no pós-parto – Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP – Blog João Alberto

Joana teve a ideia de trazer a técnica quando estava grávida, pois queria uma atividade que pudesse ser feita sem se desgrudar da filha, Valentina, agora com 5 meses, e que a acompanha no seu trabalho. As mães têm toda liberdade durante a MaterDança e podem, inclusive, amamentar enquanto os bebês estão no sling.

Manuela Wanderlei levou sua pequena para a aula - Crédito: Malu Cavalcanti/Esp. DP - Blog João Alberto

Manuela Wanderlei levou sua pequena para a aula – Crédito: Malu Cavalcanti/Esp. DP – Blog João Alberto

Isabel Correia, mãe de Ana, fez a aula experimental e aprovou. “É importante que as mulheres possam se encontrar e compartilhar as experiências do pós-parto. A atividade também é uma forma de recuperar a autoestima”.

Para quem assiste às aulas, fica nítido como as mães e os bebês aproveitam. As mulheres podem compartilhar suas experiências e trocar informações, e, com o balanço da dança, logo no começo da aula, a maioria dos pequenos já está dormindo ou relaxando.

A MaterDança é uma ótima opção para estreitar os vínculos entre as mães e os filhos - Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP - Blog João Alberto

A MaterDança é uma ótima opção para estreitar os vínculos entre as mães e os filhos – Crédito: Malu Cavalcanti/ Esp. DP – Blog João Alberto

O curso é voltado para bebês de colo e até os maiorezinhos, que estão engatinhando. Além do aconchego com a mamãe, eles ainda ganham massagem e alongamento ao final da aula. Joana Barros garante que a técnica, além do bem estar para mães e filhos, ajuda no sono e evita as cólicas do bebê.

Serviço:
Clínica Movida – Rua Samuel de Farias, 197, Casa Forte
Todas as terças-feiras, às 9h
Inscrições e informações pelo telefone 3267-5798

Clique no play e veja vídeo sobre o tema:

Compartilhe este post sobre