Professores da UFPE desenvolvem aplicativo voltado para o tratamento de crianças com microcefalia

Professores do Centro de Informática (CIn) da UFPE estão desenvolvendo um aplicativo que ajudam no estímulo e no monitoramento de crianças com microcefalia, o MOBCARE. A ferramenta ajuda famílias a entenderem melhor a condição, além de auxiliar os estímulos e estabelece canais de comunicação entre as pessoas que cuidam da criança.

CIn - Crédito: Reprodução/cin,ufpe

CIn – Crédito: Reprodução/cin,ufpe

O projeto dos professores Edna Barros, Alex Sandro Gomes e Renata Maria foi aprovado no edital Estudos e Pesquisas para Políticas Públicas Estaduais em Apoio Emergencial para o Estudo do Vírus Zika da UFPE. A ferramenta será feita em parceria com o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste e a Fundação Altino Ventura.

Compartilhe este post sobre