Não, obrigado

Michel Temer/Ag. Brasil

Michel Temer/Ag. Brasil

Alguns ministros, senadores e deputados  convidados por Michel Temer para acompanhá-lo na viagem à China, para participar do encontro G20, agradeceram, mas preferiram ficar no Brasil. A viagem do avião presidencial, o agora Aereotemer, que começou na noite de ontem, exige duas escalas para reabastecimento até Pequim. Na ida e volta são 30 horas de voo, o mesmo período em que o presidente e comitiva ficarão na China. E o avião tem cama apenas para os presidentes, o outros têm que ficar em poltronas. Que são, aliás, confortáveis, tipo executiva das empresas aéreas

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre