Caso haja condenação, Marcos Harter pode pegar de um a três anos de cadeia

Marcos Harter - Crédito: Globo/Paulo Belote

Marcos Harter – Crédito: Globo/Paulo Belote

Marcos Harter, ex-participante do “BBB17”, vai prestar depoimento na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, nesta quarta-feira, 12 de abril. O cirurgião ficará sem dar entrevistas até a final, no dia seguinte a sua ida à delegacia. A informação foi dada pela delegada Marcia Noeli Barreto ao jornal “Extra” desta terça-feira. Na segunda-feira está marcado o depoimento de Emilly.

“É nítido que Emilly estava acuada, culpada. É importante investigar esse caso, mas também é importante que a sociedade entenda a questão da violência doméstica. A tortura psicológica que ele pratica é, sim, violência doméstica e se enquadra na Lei Maria da Penha”, alegou Marcia. A delegada falou ainda da reação da gaúcha, que passou a noite chorando depois de ser avisada da eliminação do companheiro.

“É próprio da mulher vítima de violência. Ela não consegue perceber o quanto está dentro dessa situação. Por isso que denunciar é importante para interromper esse ciclo. Ela não tem culpa de nada. É importante saber que o público tenha percebido a questão de violência doméstica e como ele se dá nos ambientes”, concluiu.

Caso haja condenação, Marcos, que negou ter tido intenção de agredir a namorada, pode pegar de um a três anos de cadeia.

Author: Júlia Molinari

Share This Post On