PET Social: O membro peludo da nova família de Amanda Basto e Pedro Santos

selo pet-social

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Amanda Basto e Pedro Santos são donos de Kyoto – Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Em uma família, a chegada de um novo membro sempre causa uma certa comoção. Agora imagine se o recém-chegado for um filhotinho de Akita Inu, um cão que, quando adulto, pode chegar a pesar 60kg e ter 70 cm de altura? Este é o xodó da casa de Amanda Basto e Pedro Santos, chamado Kyoto. Os dois, que se casaram em 2015, receberam o “bebê” no ano passado, fruto de uma “paixão à primeira vista”.

O filhotinho nasceu apenas em setembro do ano passado - Crédito: Arquivo Pessoal

O filhotinho nasceu apenas em setembro do ano passado – Crédito: Arquivo Pessoal

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Hoje, Kyoto tem sete meses de idade e recebeu esse nome como uma forma de homenagear o país de origem de sua raça, o Japão. Mas os apelidos são vários: gordo, pacotinho e até “Pyoto”, como chama a sobrinha do casal. O cãozinho chegou até Amanda através da amiga e fotógrafa Paula Maestrali, que também é dona de um cão da raça Akita, chamado Hachi. Ela foi responsável por apresentar os pais de Kyoto para Amanda e o amor foi instantâneo.

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Kyoto acompanha a família nas viagens e brinca com os irmãos de Amanda - Crédito: Arquivo Pessoal

Kyoto acompanha a família nas viagens e brinca com os irmãos de Amanda – Crédito: Arquivo Pessoal

O cachorro já tomou conta da casa, adora brincadeiras e carinho. “Ele ama pessoas! Ainda é filhote, megabrincalhão, já roeu os móveis! (risos) Mas é calminho na maior parte do tempo!”, explica Amanda. O bichinho já cativou todos da família, adora os pais de Amanda e os irmãos, brincando com todos. Com o marido Pedro, a relação é de puro amor. “É lindo de se ver”. Até na vizinhança o filhote já chamou atenção. Ele desce todos os dias para passear e faz o maior sucesso por onde passa.

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Arquivo Pessoal

Crédito: Arquivo Pessoal

Kyoto junta a contradição do tamanho do corpo com os olhinhos simpáticos e o carinho para dar e vender. E é muito mimado! Todo domingo, o cão sai para passear com os donos, seja na praia de Boa Viagem, para a casa dos “avós” ou para qualquer outra viagem do casal. “Não consigo resistir, eu faço tudo que ele quer”,  diz Amanda aos sorrisos.

Amanda revela que não consegue resistir aos desejos do cachorro - Crédito: Arquivo Pessoal

Amanda revela que não consegue resistir aos desejos do cachorro – Crédito: Arquivo Pessoal

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Mas, claro que a chegada de um companheiro tão grande mudou bastante a rotina do casal. Ele precisa de cuidado, carinho, comida, médicos e para isso foi preciso se adaptar e deixar de fazer algumas programações. Mas, tudo vale a pena: “A preocupação de um animal com seu dono quando estamos tristes, doentes ou a animação dele quando a gente chega em casa é a melhor coisa do mundo! Ele não diz nada, mas fala muita coisa!”.

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Amanda e Pedro sempre tiveram cachorros em casa – como Bud, o cão da raça Corgi que mora na casa dos pais da empresária – mas parece que Kyoto chegou para fazer a família ficar ainda mais unida. “Amamos cachorro. Queríamos um, eu só não sabia que ele seria tão especial!”, diz Amanda.

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Crédito: Marlon Diego/Esp.DP

Leia mais:

PET Social: Maria Eduarda Pinteiro e o amor pela causa animal

PET Social: “É o xodó da casa”, disse Carolina Apolinário sobre a companheira Kate

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Share This Post On