Exposição traz desenhos de meninas judias presas em campo de concentração

Exposição As Meninas do Quarto 28 traz desenhos de judias presas em um campo de concentração - Crédito: Divulgação

Exposição As Meninas do Quarto 28 traz desenhos de judias presas em um campo de concentração – Crédito: Divulgação

A exposição internacional As Meninas do Quarto 28, adaptada do livro da jornalista alemã Hannelore Brenner, chega ao Recife no dia 11 de agosto, na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu. A mostra relata o dia a dia de cerca de 50 meninas que viveram por dois anos no campo de concentração de Theresienstadt, na República Tcheca, durante a 2ª Guerra Mundial. A instalação foi vista por mais de 40 mil pessoas em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, além de ter passado pela Europa e Israel.

Exposição As Meninas do Quarto 28 - Crédito: Divulgação

Exposição As Meninas do Quarto 28 – Crédito: Divulgação

Com 50 desenhos e uma réplica do quarto onde as jovens ficaram aprisionadas, a mostra remonta detalhes históricos da época e do holocausto. Das mais de 15 mil crianças que viveram no campo de concentração, entre 1342 e 1944, somente 93 sobreviveram, sendo 15 delas vindas do Quarto 28. Os desenhos são resultado do trabalho de uma artista plástica que dava aula para os pequenos no campo.

A representante da exposição no Brasil é Karen Zolko, familiar de uma das meninas que habitou o Quarto 28, e Dodi Chansky. As Meninas do Quarto 28 tem entrada gratuita e ficará em cartaz até o dia 29 de outubro.

Compartilhe este post sobre

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*