Os problemas de Eike Batista

Eike Batista/Divulgação

Enquanto Eike Batista tenta acertar uma delação premiada, o site O Antagonista publica que a Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) identificou uma série de operações de câmbio suspeitas realizadas pela OGX Petróleo e Gás, entre dezembro de 2011 e novembro de 2012, quando a companhia era controlada por Eike Batista. E mostra relatório que indica uma remessa total de R$ 33 bilhões ao exterior, por meio do HSBC (atual Kirton Bank). Segundo o Coaf, as operações foram registradas como transferências diretas, locação de equipamentos de offshores e exportação de mercadorias.

Author: João Alberto

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.