Marina Sena encerra Festival No Ar Coquetel Molotov: “Vir patroa é melhor”

Marina Sena encerra Festival No Ar Coquetel Molotov: “Vir patroa é melhor”

Marina Sena apresenta pela primeira vez solo no Recife – Foto: @fazemos.Art

Depois de shows marcantes no primeiro dia de Festival No Ar Coquetel Molotov, o público curtiu o segundo dia de apresentações com momentos emocionantes e performances da banda Mulungu, Luiz Lins, Romero Ferro e a mineira Marina Sena, o show mais aguardado da noite. Com o Teatro Guararapes lotado, a cantora, que é ex-integrante do grupo Rosa Neon, fez todo mundo cantar junto e vibrar com estreia do seu álbum “De Primeira” no Recife. “Vir patroa é melhor, mais gostoso”, disse a artista ao estar de volta ao Festival, dessa vez, em carreira solo. 

Banda Mugunlu abre segundo dia de shows do Festival No Ar Coquetel Molotov – Foto: Tiago Calazans

O primeiro show da noite foi Mulungu, banda formada pelos músicos Jader, Guilherme Assis e Ian Medeiros, entregando uma performance sensorial e reflexiva, firmando-se em sons sintetizados. O grupo foi criado em 2018 pelos pernambucanos  Jader e Guilherme. Logo depois, entrou Luiz Lins, que apesar de cantar Rap, Trap e R&B, decidiu se aventurar por outros gêneros que gosta e cantou músicas como “Proteção de Tela”, de Tarcísio do Acordeon, e levou o público a curtir versões diferentes das suas letras. Além disso, cantou os sucessos a “A Música Mais Triste do Ano” e “Eu To Bêm”. 

Romero Ferro apresenta como penúltimo show da noite – Foto: Tiago Calazans

Com muita animação e dança, Romero Ferro apresentou um show vibrante e sensual. O artista cantou várias de suas músicas como “Pra te conquistar”, “Verdadeiro Amor” e “Fake”, além do sucesso com Duda Beat, “Corpo em Brasa” e deu uma amostra do seu talento exibindo muita energia com danças envolventes e muito carisma. 

Por último, a cantora Marina Sena entrou no palco fazendo o público vibrar. Com sucessos como “Voltei Pra Mim”, “Me Toca” e a música mais tocada “Por Supuesto”, a artista levou o público a cantar e pular junto com ela. Depois de dois anos, Marina, natural de Montes Claros, em Minas Gerais, volta ao Coquetel Molotov, mas desta vez, em carreira solo. “É muito bom voltar patroa”, disse a cantora, em entrevista à equipe do Blog João Alberto.

A mineira, que está fazendo muito sucesso com a estreia de seu primeiro álbum “De Primeira”, falou sobre a experiência da turnê, “Todo dia é um trem diferente, todo dia é uma emoção diferente. Agora eu to muito em um momento de correria. Mas tá compensando muito, tá sendo tudo que eu sonhei”, disse a Sena, com um sorriso no rosto. 

A artista bateu um papo exclusivo com o Blog João Alberto – Foto: Tiago Calazans

Ainda, perguntamos a Marina quais suas maiores referências musicais brasileiras, já que ela entrega uma música tão única, ao mesmo nostálgica e sensual, “Gal Costa, a gente nasceu no mesmo dia, inclusive, duas librianas, ela é minha maior referência” disse ao mencionar a coincidência. “E depois vem Marisa Monte, Anitta e vários outros artistas, mas Gal Costa é a principal”. A cantora também falou sobre a história por trás da música “Voltei Pra Mim”, inspirada por um momento em que ela passou por muitos relacionamentos ruins, “a mulher tem a tendência a se doar mais do que receber numa relação, então a gente tem que tá o tempo todo nessa busca de voltar para si, para parar de doar tanto”.

Sobre a volta ao Recife em carreira solo, a cantora disse que foi maravilhoso e que está amando a experiência. De acordo com Marina, estar em grupo dava trabalho e necessitava que ela tivesse que lidar com várias questões, como o emocional do grupo, que precisa estar em equilíbrio para viajar. “Vir solo é melhor, além de que o grupo parece que cresceu desde o Rosa Neon”, comentou a cantora. Após dar entrevistas, a mineira ainda atendeu uma fila de fãs que a aguardavam para tirar fotos e agradecer pelo momento marcante.

Author: Alice Carvalho

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.