Bella Maia: os desafios de uma ex-BBB

selo_lentesE de repente, você sai do anonimato e vira celebridade. É parado na rua, ganha dinheiro, colhe os louros de ser conhecido e reconhecido, entrevistas, aparições e, simplesmente, as luzes se apagam. Tão rapidamente quanto se acenderam para vários pernambucanos que expuseram suas imagens, vida e jeito de ser em reality shows. Alguns mudaram seus destinos para sempre. Outros retomaram as rotinas de antes cheios de lições e aprendizados. E foram com eles que conversamos nos últimos dias e contamos a partir de hoje para vocês. Bella Maia, a que teve a passagem mais recente pelo Big Brother Brasil, é quem abre esta série de conversas com oito conterrâneos que experimentaram a vida na frente das lentes. Confira!

Bella Maia - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Bella Maia – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Antes de entrar na 14ª edição do Big Brother Brasil, Bella Maia dava aulas de ballet de segunda a quinta, à noite, em sua companhia de dança. Agora, após a eliminação do reality show, a agenda mudou completamente. São campanhas, presença VIP em eventos e viagens constantes ao eixo Rio-São Paulo. Bella é daquele tipo de pessoa que “odeia” rotina, como a própria define. Mas quando o assunto são os futuros projetos, ela é certeira: quer manter o destaque na cena cultural, como atriz, dançarina e cantora.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

“Eu tento fazer com que a minha vida e as coisas que acontecem ao meu redor me afetem como artista. Eu sou artista. Artista vê a vida diferente, porque as coisas são resignificadas. Depois que eu saí da casa do BBB, o que mudou é que mais pessoas me conhecem. Mais pessoas estão dentro da minha vida. Não continuo dando as aulas por conta de muitas coisas que tenho que assumir de agenda de ex-BBB e de contrato com a emissora, mas meu projeto de dança não vai morrer. No segundo semestre, vou retomar com um espaço próprio voltado para adultos e crianças”, explicou.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Quando procuramos a ex-BBB para um bate-papo informal sobre a carreira, ela não pensou duas vezes: “Claro!”, respondeu, simpática, ao telefone. A ligação não durou mais de dois minutos. Bella é rápida, prática e solícita. O encontro seria ao ar livre, por proposta dela própria, mas devido à chuva, remarcou o encontro para o salão de beleza que costuma assinar suas produções, o Sorelli Spa Urbano. Chegou toda descontraída, com uma sandália de estampa animal print, uma mochila nas costas e com o cabelo preso com um rabo de cavalo bem despenteado, a imagem praticamente igual à que os telespectadores assistiram no Big Brother Brasil no início deste ano. “Tô muito descabelada né? Vou pedir para minha amiga fazer uma make básica rapidinho”, disse Bella pedindo um tempinho para se maquiar e ajeitar o cabelo.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Bella passou duas semanas na casa mais vigiada do Brasil, tempo suficiente para tornar-se querida entre os produtores do programa, que inclui o todo-poderoso Boninho e o apresentador Pedro Bial. “Eu ainda mantenho contato com todos eles. Me adoram e também ficaram surpresos com a escolha do público sobre a  minha eliminação”, contou.  “O que diferencia do antes e depois do reality  é a quantidade de gente que sabe sobre a minha vida e que vive ela também. Agora, eu penso melhor o que dizer, porque eu tenho responsabilidade de falar coisas que façam sentido e que repercutam o bem. Eu quero dizer isso através da dança, da interpretação…”.

Bella gosta mesmo é de sentir o calor humano de quem a admira. Ela vai, abraça, dá beijo, tira foto e até criou um grupo no Whatsapp com os fãs mais próximos, intitulado “Belláticos”. “Nos lugares que as pessoas têm mais dinheiro, elas têm vergonha de falar comigo. Quando são mais simples, elas vêm, me abraçam, falam. Eu adoro! Eu não gosto que fiquem fuxicando, falando de longe, eu quero é que me parem mesmo!”, disse pausadamente. “Eu nunca tive fãs desse nível. É uma questão positiva do programa”.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

No auge de seu melhor momento da carreira, Bella Maia contou que quer estudar, está à procura de cursos, mas ao mesmo tempo, aproveita para gravar com o marido, Bruno Lins, e com o irmão, Luccas Maia, que são músicos. “Neste momento, eu vou lançar um clipe em parceria com meu irmão  que eu acho que vai dar o que falar porque é totalmente fora do convencional”. Bella gosta de fugir do tradicional, de ser diferente, de mostrar “a que veio”. ” Eu quero aproveitar esse momento e me lançar em outras vertentes da arte, porque na dança eu já estou muito bem. O que vier vai somar diante da bagagem que já tenho. Eu quero cantar, interpretar, fazer teatro. Pra mim quanto artista foi muito bom porque abriu portas. Hoje em dia,  eu tenho possibilidade de alcançar mais pessoas  com a minha arte. Isso pra mim é muito importante porque eu quero viver disso”.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Há dois meses fora do BBB 14, Bella Maia é só felicidade e conta, sem papas na língua, a experiência que viveu no reality. “Foi muito difícil. Você tem que ter muita coragem. Não é qualquer pessoa que consegue passar por isso. Existem as pessoas que a admiram, que a amam, mas existem as que odeiam e que lhe julgam de uma maneira muito cruel. Eu, com certeza, vou ter que fazer uma terapiazinha pra colocar as coisas no lugar, porque mexe muito com você interiormente, com sua visão de mundo e suas expectativas frustradas, porque eu queria estar lá ate agora e não estou. Me questiono e pergunto: “Porra! Quais são os valores que o Brasil tem?”, perguntou a pernambucana.

Bella não dispensa a possibilidade de morar fora, seja no Rio de Janeiro ou São Paulo, ela quer mesmo é “alcançar as pessoas com sua arte” e promete “ser o melhor do que já é”. Emocionada, ela chegou a chorar durante a conversa. Falou com a voz embargada sobre o orgulho que sentiu quando saiu do programa ao saber que sua mãe tinha parado de trabalhar para assistir ao pay-per-view, que seu marido tinha pedido demissão para cuidar da sua carreira e que seus amigos tinham tomado à frente de suas redes sociais. “Eu me senti tão lisonjeada. É isso que vale na vida e é o que eu quero levar pro resto dela. Tenho certeza que só vou colher o bem e que vou tocar as pessoas de alguma maneira”.  Assista a alguns trechos da entrevista:

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On